Conteúdos

TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER ANTES DE FAZER UM SITE PARA INDÚSTRIA

Rafael Teles

Você já parou para pensar que o seu site pode ser o seu melhor vendedor?

Ele não fica bravo quando o time perde.

Não sai de férias.

Nem emenda feriado.

Ou seja, está sempre pronto para vender. E o melhor: com um discurso padronizado, e estando disponível 24/7.

Você até deve se perguntar se em 2021 você ainda precisa de um site.

Penso que se você fosse uma blogueirinha fitness, até concordo que não precisaria. Mas supondo que o público que você precisa convencer, em sua maioria, é o comprador ou o time técnico especializado, ou até mesmo a diretoria de uma empresa, seu site vai muito além de apenas um cartão de visita.

Seu site é a sua principal vitrine.

Seja para vender produtos, soluções ou até mesmo uma imagem de que você entregará aquilo que está vendendo.

É claro que em 2021 temos novas tecnologias e novas linguagens de conteúdo à nossa disposição. Portanto, seu site deve ser moderno.

Pensando nisso, consideramos alguns dos principais atributos que todo site para indústria deve ter. Vamos lá!


DESIGN


Já faz mais de 15 anos que a gente produz site e cria projetos, desde a época em que design era coisa de fresco e os clientes sempre vinham com uma conversa de que não era necessário fazer algo bonito e atraente.


Até que veio a Apple e mostrou na prática que design vende. De lá para cá, passamos a entendemos que design bom vende, não é só uma questão de gosto pessoal e sim de como uma estrutura visual bem pensada ajuda o cérebro a identificar padrões que passam confiança. Contraste, balanços dos elementos, longevidade, proporção entre outra técnicas deixam o conteúdo harmonico, sexy e credível.

Aproveite o caminho que a Apple abriu e toda a revolução visual gerada, porque não é só você que passou a dar valor para um bom design, seu cliente se acostumou com coisas bonitas. tudo é bonito hoje em dia, do aspirador de pó ao interruptor da tomada. 

Seu site não pode ficar atrás, o paladar não retrocede e sua marca bem apresentada, se mostrará consistente no processo de convencimento.


ARQUITETURA


Assim como uma bela casa começa por um ótimo projeto arquitetônico, com um site não é diferente.


Quando tudo é pensado antes de ser executado, as coisas mudam de figura.


Por exemplo, antes de começar um projeto precisamos entender:


  • Qual é o principal público alvo?
  • Quem é a curva ABC de produtos?
  • Será mostrado algum produto isca para chamar atenção?
  • Qual a reação que se quer causar no usuário nos primeiros 3 segundos?
  • O que tem de melhor no site de cada concorrente?

Essas e outras informações são extremamente importantes para que o seu site tenha desempenho em vendas, e não seja um mero coadjuvante no seu marketing.



CONTEÚDO


Você conhece o termo UX Writer ou Copy Writer?


Essas duas técnicas de escrita são as norteadoras da forma como produzimos os sites para a indústria.


Ambas são ferramentas poderosas que, sendo bem aplicadas, fará com que seu usuário fique por mais tempo no site e compreenda com mais clareza seus principais atributos. 


Além disso, o usuário concluirá que no meio de tantas opções de escolha, você é o que mais se aproxima da realidade dele. Tudo isso porque o conteúdo é gerado para que ele sinta ser uma conversa, de fato, e não apenas um texto desinteressante que ele está lendo no site.


Assim, ele se sentirá mais inclinado a te escolher para fazer um contato e dar prosseguimento nos demais estágios da jornada de compra.


Lembre-se que as pessoas primeiro escaneiam seu conteúdo e, se for muito interessante, aí sim elas se aprofundam. As revistas utilizam essa técnica há anos, e no ambiente online, quando bem utilizada, permite aumentar o consumo das informações.


Além disso, a escrita precisa seguir o roteiro de uma carta de vendas com um padrão pré-estabelecido para aumentar a chance de um usuário virar um Lead potencial para o time de vendas trabalhar.



TECNOLOGIA


Fala a verdade, dá uma raiva quando você entra em um site e a página carrega em bloco, levando um tempão para mostrar tudo, né? Então, não faça isso com o seu usuário.


Carregamento rápido, não utilização de framework prontas de programação, cuidado com o SEO, limpeza no código, segurança... Esses e outros pontos são requisitos básicos em um site.


A impressão que se tem no mercado é que os sites de indústria não se atentam a isso. No entanto, pense que o prospect do outro lado precisa sentir que o seu site passa credibilidade. Se ele parece um site arcaico em tecnologia, qual será a impressão que você estará passando, comercialmente falando?


Além disso, o seu site precisa ter todas as tags instaladas, do Google, Facebook, Linkedin, Youtube, para que você possa, além de monitorar seu público, criar futuras campanhas de remarketing.


Não se esqueça também de instalar os famosos “filmadores de tela”. Sim! Hoje em dia é possível instalar um software que grava tudo o que o seu usuário faz no site, mapa de calor, áreas mais clicadas… Tudo isso te dará subsídio para muitos insights para melhorias futuras.



AUTONOMIA


Não dá para pedir para a sua agência mudar uma foto no site e esperar uma semana para que isso aconteça.


Mesmo em uma relação comercial B2B (em que empresa vende para empresa e geralmente o marketing é menos dinâmico) do que nas relações comerciais B2C (em que a empresa vende para o cliente final) você precisa de uma certa velocidade para trocar conteúdos e fatos que acontecem em seu negócio.


Hoje em dia existem algumas soluções prontas como o wordpress, mas fuja delas! Eu poderia listar aqui uma infinidade de pontos para te fazer desistir de ter um site para indústria feito em wordpress. No entanto, este artigo ficaria ainda mais longo por isso, então apenas te deixarei um alerta: fuja dessas soluções prontas, procure uma empresa que desenvolva seu painel de atualização de conteúdo feito do zero, customizada para a sua necessidade e de forma a promover segurança e dinamismo.



MOBILE


Não existe mais site que não seja mobile, ok?


Pode até parecer que não é necessário dizer isso, mas é muito comum ter sites de indústria que não possuem uma versão mobile. E a resposta que muitas pessoas dão para não ter um site mobile, é porque as pessoas que compram no B2B, sempre estão em um computador, jamais em um celular.


Eu concordo que, na maioria das vezes, as pessoas até podem estar em um computador enquanto acessam o site, porém pode acontecer de a pessoa precisar acessar seu site no carro, esperando para ser atendido no médico, até mesmo assistindo TV e, nesses momentos, ela estará em um celular.


Além disso, você pode criar campanhas de remarketing e relembrar a pessoa sobre a sua empresa em outros momentos do dia, e nessa hora ela provavelmente também estará com o celular.


Sem contar que o Google penaliza quem não tem um site mobile, só por esse motivo você já deve se sentir confortável em ter uma solução que funcione em todos os dispositivos.


E sempre escolha a versão responsiva do site, além de mais fluida, ela é que te dá menos dor de cabeça na hora de atualizar o conteúdo e fazer manutenção. Porque, assim, é um único site que se adapta em todas as telas, diferente das aplicações nativas em que você precisa sincronizar as atualizações.



VÍDEO


Antigamente, a expressão “você não entendeu? Quer que eu desenhe?” era muito comum. 


Hoje em dia, com a facilidade da comunicação visual e com o costume das pessoas fazerem vídeos para tudo, você já deve chegar desenhando! Ou seja, faça vídeos.


Seja para demonstrar os diferenciais do seu produto, os atributos da sua solução ou demonstrar a grandeza da sua estrutura.


Quantas vezes a sua equipe de vendas fala: “ninguém conhece nossos diferenciais, é preciso ter um esforço grande para demonstrar o que a gente faz”?


Então, os vídeos te ajudam nisso. Seu cliente chega pronto, entendendo quais são seus principais pontos.


Além de você conseguir demonstrar suas principais forças, você padroniza o seu discurso e a demonstração da empresa na totalidade.


E ainda você aumenta o tempo de acesso do site e com isso melhora seu desempenho no Google. E se você ainda integrar com o Youtube, os vídeos visualizadas no site aumentam seus views na plataforma.


Muitos clientes nossos produzem vídeos para o site, mas depois eles também usam na hora do processo comercial.


Em suma, vídeos são tudo de bom, uma excelente ferramenta para te ajudar no processo de construção de um discurso de convencimento. 




SEJA A REFERÊNCIA EM SEU SEGMENTO


Ao longo desses anos atuando no marketing para indústrias, descobrimos que geralmente é possível fazer o melhor site do segmento. Isso porque na área industrial, as empresas não se atentam muito ao site, e assim aparecem grandes oportunidades de se tornar a referência na web. Ou seja, você tem a possibilidade de ter o melhor site em sua área de atuação.


Essa questão é tão latente que é muito comum, ao terminarmos um projeto, e colocarmos no ar, os concorrentes entrem em contato com a gente para também fazermos o site para eles, porque os nossos clientes se destacaram em seu segmento.


Mas é óbvio que damos exclusividade por um período de tempo para quem produz o site com a gente no seu segmento de atuação, somos fiéis em quem acredita na gente por primeiro.


O seu site é a principal forma de comunicação no mundo do marketing digital. Ele é uma etapa importante para o seu funil de vendas, é nele que o seu cliente te considera, compara e decide. Então, seja a referência do seu segmento, mostrando a sua empresa com um site profissional.



Se você deseja fazer um site profissional para indústria, fale com a gente! Mesmo que você não compre da Gênia, terá uma consultoria totalmente gratuita.

Escrito por Rafael Teles


Qual o problema
da sua empresa?
Fale com a Gênia.

Entre em contato agora mesmo